Na qualidade de fiador...



Lopes da Silva Advogado, Insolvência, Recuperação, Revitalização, Fiador, Avalista, Fiança, Processo Especial de Revitalização, Processo Insolvência, Exoneração do Passivo Restante, Penhoras, Sobreendividamento, Endividamento, Incumprimento Bancário, Dívidas, insolvencia, advogado insolvencia

O que acontece quando assina na qualidade de Fiador?

O que significa ser Fiador?

O fiador é aquele que assume perante um credor o pagamento de uma determinada dívida, em caso de incumprimento por parte do devedor.

Entendamos o fiador como um devedor sob condição. Verificada essa condição, torna-se ele próprio “devedor”! Assim, quando aquele que contraiu a dívida, não tem condições de cumprir o pagamento, a responsabilidade do fiador é activada, e por conseguinte, pode o credor exigir o pagamento ao fiador.

Foi chamado a pagar um crédito na qualidade de fiador?

Não tem condições de pagar, nem esse crédito, nem os seus demais créditos?

É importante conhecer os caminhos possíveis para o seu problema.

É necessário que um profissional analise a sua situação,

consultar um advogado é o primeiro passo.

A responsabilidade do Fiador pagar a dívida

Compreende-se que o fiador não contraiu o empréstimo, muito menos usufruiu do dinheiro em causa mas, assumiu a responsabilidade de o pagar. Por isso, caso o devedor não cumpra com o pagamento do crédito, o fiador é chamado à responsabilidade de o fazer por ele.

A fiança tem bastante relevância nos contratos de crédito, isto porque, confere maior segurança ao negócio. Repare-se aquando da concessão do crédito a instituição financeira estuda o devedor, nomeadamente os rendimentos que aufere, o património que detém, os demais créditos assumidos. Tudo isto releva para análise da taxa de esforço. A exigência de garantias adicionais, como o caso de uma fiança, é, por si só, indiciadora de que a instituição bancária associa aquele devedor a um elevado risco de incumprimento, não conferindo individualmente, àquela instituição, a convicção suficiente da sua capacidade para o bom cumprimento dessa obrigação.

Nestes casos, a responsabilidade assumida pelo fiador é essencial para que a instituição bancária conceda o empréstimo ao devedor. Desta forma, o credor reduz o risco de incumprimento do crédito, que é assumido pelo fiador, e aumenta a probabilidade de cobrança, já que pode exigir a dívida tanto ao devedor como ao fiador.

O risco de assinar na qualidade de Fiador.

Independentemente do motivo pelo qual não o faz, se o devedor não pagar, o fiador assume a responsabilidade de o fazer, e a par com o devedor, o património de ambos responde pela dívida. E este é o efectivo risco de assinar na qualidade de fiador.

O que fazer se for chamado a pagar a dívida na qualidade de fiador?

Se enquanto fiador for chamado a cumprir com o pagamento desse crédito deverá fazê-lo, caso contrário entrará em situação de incumprimento também. Todavia, cumprir com este pagamento poderá colocar em causa a sua situação financeira, pelo que deverá perceber quais as soluções possíveis para que possa cumprir com as suas responsabilidades.

O papel de um advogado é importante para mediar a negociação do pagamento em concreto dessa dívida, ou para contribuir na negociação de uma solução generalizada sobre todos os seus créditos, estabilizando a sua situação financeira. Em caso de incapacidade generalizada de cumprir com as responsabilidades assumidas, é o profissional que precisa para recorrer a um processo de insolvência.


Lopes da Silva Advogado

Lopes da Silva | Advogado

Veja também

#Artigos #Advogados #Insolvência #ExoneraçãodoPassivoRestante

Posts Relacionados

Ver tudo